Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘estratégia’

Correio Braziliense – 30/01/2012

A Embraer está de olho no mercado de jatos executivos da China, segmento ainda muito pequeno naquele país, mas com potencial enorme, dado o grande número de novos ricos no país asiático. Um estudo feito pela companhia brasileira prevê que os chineses demandarão nada menos que 635 jatos em 10 anos. Ou seja, nesse período, as expectativas são de que esse mercado será o segundo ou mesmo o primeiro do mundo, movimentando US$ 21 bilhões. Para abocanhar uma fatia desse bolo, a empresa sediada em São José dos Campos (SP) contará até com uma ajuda especial, a do ator Jackie Chan, ídolo chinês conhecido pelos filmes de luta, para abrir portas e encarar a forte concorrência na Ásia. (mais…)

Anúncios

Read Full Post »

Valor Econômico – 22/07/2011

Química: Grupo planeja aquisições no exterior e quer ingressar em tecnologias sustentáveis

A companhia gaúcha FCC está intensificando seu processo de internacionalização, como parte da estratégia para expandir seus negócios na América Latina. A empresa fechou, no início deste mês, uma aliança com a Interquim, de Rosário, na Argentina, para começar a produzir adesivos no país vizinho. (mais…)

Read Full Post »

Valor Econômico – 04/07/2011

Poucos são capazes de demonstrar otimismo com a indústria de carnes na Argentina, que demitiu mais de 6 mil trabalhadores e perdeu 11 milhões de cabeças de gado nos últimos quatro a cinco anos. Na Swift Armour, maior frigorífico do país, controlada pelo grupo brasileiro JBS, também não havia razões para vislumbrar um cenário promissor. Três de suas seis unidades estão paradas. Devido ao excesso de regulação e às dificuldades em exportar, só 40% da capacidade de abate – em torno de 5 mil animais por dia – está sendo aproveitada. (mais…)

Read Full Post »

Valor Econômico – 11/04/2011

A Vale anunciou na sexta-feira que fez uma oferta de compra do controle da produtora de cobre e cobalto Metorex Limited pela quantia estimada de US$ 1,12 bilhão, a ser paga em dinheiro. A empresa tem operações no cinturão de cobre africano e é listada na bolsa de Joanesburgo, com listagem secundária na Bolsa de Frankfurt. Em fato relevante, a mineradora informou que a maior parte dos ativos da Metorex estão próximos de dois dos seus projetos de cobre na região, o que lhe permitirá explorar sinergias. (mais…)

Read Full Post »

O Estado de S. Paulo – 04/02/2011

Brasil e China têm de sentar à mesa, resolver suas pendências de natureza comercial e relançar o relacionamento bilateral em novas bases, afirma o embaixador brasileiro em Pequim, Clodoaldo Hugueney. “Os chineses têm tido muita calma nesse clima de denúncias da China no Brasil. Há um real interesse em atribuir ao Brasil um papel importante e evitar o desgaste.”

A presidente Dilma Rousseff irá à China em abril e, ao longo do ano, ocorrerão várias trocas de visitas de ministros, o que dará impulso político para retirar o “entulho” que provoca ruídos na relação, avalia Hugueney. Entre os problemas, estão as queixas da indústria brasileira em relação ao câmbio e a práticas desleais dos exportadores chineses. “O que nós precisamos entender é que este é um país onde tudo se negocia”, disse o embaixador ao Estado.

A seguir, os principais trechos da entrevista. (mais…)

Read Full Post »

O Estado de S. Paulo – 01/02/2011

Brasileiros estão no Paraguai produzindo bens de consumo para vender ao Brasil. Dez das 49 maquiladoras em atividade no país têm pelo menos participação de capital brasileiro, segundo informação do Conselho Nacional da Indústria Maquiladora de Exportação. À primeira vista, ocorre no Mercosul um fenômeno semelhante ao ocorrido a partir dos anos 90 no âmbito do Acordo de Livre Comércio da América do Norte (Nafta). Com o acordo comercial entre EUA, Canadá e México, produtos mexicanos passaram a entrar mais facilmente nos dois países mais desenvolvidos da região. Indústrias americanas aproveitaram a oportunidade para se tornar mais competitivas no próprio mercado, produzindo bens mais baratos no vizinho do Sul. Mas a comparação entre o Nafta e o Mercosul é adequada apenas em parte, quando se trata da criação de subsidiárias de empresas do parceiro mais desenvolvido. Há diferenças importantes entre os dois casos. (mais…)

Read Full Post »

Valor Econômico – 30/04/2010

Grande produtor do Centro-Oeste testa plantio na África

A rotina do empresário rural Gilson Pinesso vai mudar um pouco a partir de maio. Ele terá que dividir a administração do grupo que leva seu sobrenome no Brasil e cultiva 80 mil hectares de soja e algodão no Centro-Oeste, com viagens de quase 20 horas ao Sudão, no nordeste da África. (mais…)

Read Full Post »

Older Posts »